sexta-feira, 19 de junho de 2009

Cronômetros nas escolas

Ignorando o quadro caótico da educação no estado, o governo utilizará cronômetros para medir o tempo que gastaremos em nossas atividades em sala de aula, é a ultima "moda"ditada pela SEE/PE, aliás, moda à francesa trazida por Mozart Neves.
Pergunto: de que forma esse instrumento irá melhorar os baixos índices educacionais e as nossas práticas pedagógicas? Interessante é saber que os professores de Educação Física que deveriam ser agraciados com tal aparelho, não são contemplados com os mesmos, enquanto isso o governo gasta verbas públicas para gerar desconforto e afronta aos profissioniais da educação uma vez que, tal aparelho nada tem de pedagógico, como se não bastasse a política de exclusão implantada com os Centros de Referência e, com a premiação das escolas classificadas por percentuais de rendimento que variam de zero à cem, instituir o cronômetro em sala de aula, é um sinalizador das práticas reacionárias inauguradas na "gestão socialista" de Eduardo Campos.
Precisamos pressionar os deputados estaduais eleitos pelo e para o povo, à adotar medidas legais para que procedimento arbitrário como esse, não venha compor o cenário educacional. Esperamos também que, o sindicato da categoria (Sintepe) não se contente apenas com atos de protestos e notas de repúdio às ações governamentais que agridem o direito do trabalhador.


(albeniass@yahoo.com.br)

7 comentários:

  1. Professora Juliana20 de junho de 2009 10:15

    Acho que este governo já chegou a nosso limite de tolerância.Concordo que só nota de repúdio proferida pelo nosso patético "sindicato" não adianta.Já está mais do que na hora da classe se unir e se manifestar não só por um salário justo, descente, mas também contra esses descabimentos.A educação pública de Pernambuco, agora é "pública" só no mome porque infelizmente foi vendida ao Banco Mundial.Então, já era de se esperar essas arbitrariedades.Cabe a nós professores agora resistirmos e lutarmos (ainda mais.Na minha sala de aula,por exemplo, só entram com minha permissão,e o cronômetro vai está barrado.Ou eu, ou ele.

    ResponderExcluir
  2. O autor desta idéia descabida e seus apoiadores, como de praxe nesta gestão, não discutiram com os maiores interessados: alunos e professores.

    Espero que na próxima assembléia a direção do SINTEPE se manifeste em relaçãoao assunto.

    Seria ótimo eles convidarem os "letrados" da SEE para esclarecerem para toda a categoria esses desmandos.

    Será que alguém da SEE tem coragem de dialogar com toda a categoria em assembléia?RSRSRSRS!!!Explicar para os verdadeiros especialistas da educação, que são os docentes, esta implantação de cronômetro?

    ResponderExcluir
  3. Já que a ideia está proposta, então que tal a distribuição de cronômotros para todo cidadão que recorre aos hospitais, aos serviços de atendimento público, aos que possuem causas no Judiciário e, claro, um cronômetro regressivo para contarmos o tempo que falta para o fim deste governo!

    ResponderExcluir
  4. De tão absurda que é tal medida, prefiro acreditar que o uso dos cronômetros não será efetivado. Caso me engane, digo que muitas são as medidas que o próprio professor pode tomar diante dos técnicos cronometristas, como não conceder sua entrada em sala de aula ou mesmo ridicularizar tal avaliação.

    ResponderExcluir
  5. Jà que o governo gosta tanto de copiar medidas vinda de outros paises porque nao copia o decreto que a Italia esta adotando: uma lei onde os celulares fora da mochila do aluno è sequestrado e tambem reprovaçao por mau conduta?

    ResponderExcluir
  6. Depois desta ação descabida do Governador Eduardo Campos, em queirer monitorar os professores com cronômetros na sala de aula, só resta a categoria entrar em greve por tempo indeterminado.

    Esta medida deveria ser adotado para os nossos políticos, principalmente, o governador e sua equipe de secretários a fim de melhorar a educação, a saúde, a segurança etc.

    ResponderExcluir
  7. Infelizmente aos leigos só cabe menosprezar a profissão "Professor". A indignação é geral. Boa sorte.

    ResponderExcluir