domingo, 19 de outubro de 2008

DEZ PERGUNTAS INSTIGANTES

por José Ricardo de Souza*
1. Por que no último 16 de outubro, enquanto vários sindicatos no Brasil mobilizaram-se e paralizaram as escolas por um dia, o SINTEPE limitou-se a fazer uma panfletagem como se isso fosse o suficiente para garantir o piso ?

2. Por que o governo estadual e a SEDUC em vez de contratarem técnicos em gestão, para vigiarem e cobrarem dos professores, não contratam técnicos com formação pedagógica para auxiliar os professores no cotidiano escolar ?

3. Por que tanta pressão e terrorismo contra os professores no que se refere a apresentação de estatísticas sobre notas, frequência, etc. ?

4. Como será o processo de escolha dos novos gestores das unidades de ensino, será que haverá eleições ou será por indicação das GREs e da SEDUC ?

5. Como fica a situação dos professores, e não são poucos, que tem dois contratos, e trabalham em escolas que serão em tempo integral no próximo ano ? E dos alunos que não se enquadram nas escolas de referência ?

6. O que é verdade e o que não é sobre o pretenso 14° salário ?

7. Por que o SINTEPE não tem divulgado nas escolas o processo eleitoral para a escolha da diretoria ?

8. Por que nem todos os professores do Estado foram contemplados para fazer a pós-graduação ? Que critérios foram usados para selecionar os professores ?

9. Por que este ano o Governo não fez o Rumo ao Futuro (antigo Rumo à Universidade) ?

10. Quem é o professor do Estado, sindicalizado, que está por dentro do processo, que participa das assembléias, que não é massa de manobra, que vai ter CORAGEM de votar na chapa da atual diretoria que representa os interesses de Eduardo Campos e Danilo Cabral, e não os dos professores e educadores da rede ?

* O autor é historiador, professor da rede pública estadual de ensino, escritor; membro da Academia de Letras e Artes da Cidade do Paulista.

4 comentários:

  1. Ricardo,

    Duvido tanto que a Secretaria de Educação e a direção do Sintepe possuam respostas para estes questionamentos.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. O Sintepe compactua com todos os desmandos do governo,nada esclareceu sobre a mentira do 14º, que na verdade é apenas um bônus pago de forma proporcional de acordo com o desempenho da empresa, digo,da Escola. E a enganação do Piso? E a traição de Tereza Leitão que votou a favor das Fundações de Direito Privado que privatiza a Educação e a Saúde?
    Apostar num Sindicato desse...

    ResponderExcluir
  4. Ainda bem caros amigos que temos uma alternativa: a chapa 2 senão qual seria nossa perspectiva de futuro por uma situação melhor. Espera que Heleno e compania mude de lado, ou seja lute pela categoria e ataque seus opresores, é o mesmo que acreditar em Papai Noel.

    ResponderExcluir