quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Escola Torquato (Galpão)


Galpão, este é o local onde funciona a escola estadual Torquato de Castro. Para este, foram mandados professores e alunos que não fazem parte do Centro de Referência/Aldeia-Camaragibe, na "escola" não há espaço para educação física, biblioteca, nem área de recreação. Paredes em gesso fazem as divisórias entre as salas, pela fragilidade do material apresentam rachaduras e infiltrações uma delas, desmoronou ultimamente. A poeira no local é insuportável, há pouca circulaçao de ar pois, um único portão para permite o acesso ao recinto da escola, tosse e espiros são os sons mais ouvidos na área. Quando chove, o barulho provocado pela coberta em telhas metálicas dificulta a fala dos professores em sala.
Um caos, mesmo assim, segundo informação dada pela direção da escola, os engenheiros da Secretaria de Educação que vieram fazer vistoria, garantem a segurança de todos que, obrigatoriamente precisam estar no local.

3 comentários:

  1. mande essas materias para o blog do jamildo, acertos de contas e alma sebosa do inaldo sampaio, para que divuulgue.

    ResponderExcluir
  2. Professora Juliana27 de agosto de 2009 22:29

    Essa a triste realidade da maioria das escolas públicas de PE, que não é mostrada na mídia e nem nos encartes de propagandas do governo.
    Lamentável!

    ResponderExcluir
  3. Gostaria que voces colocassem a sala do filho de Dudu...Infelizmente esta é a pura realidade! Filho de trabalhador sofrendo , professor sendo injustiçado,humilhado... ainda temos trabalhadores a favor dos patrões e contra seu próprio colega...

    28 de agosto 2009

    ResponderExcluir