sexta-feira, 10 de junho de 2011

Bônus

"Os servidores e professores que trabalham nas escolas que atingiram totalmente ou parcialmente as metas estipuladas pelo governo do estado têm direito a um bônus no salário. Na próxima semana, a SEE vai divulgar o total de educadores que ganhará o incentivo financeiro...Esses profissionais podem ganhar até mais que o salário"...
Diário de Pernambuco
Recife, sexta -feira, 10 de junho de 2011)
Vida Urbana C5

É a vergonhosa política educacional em Pernambuco, em vez de salários dígnos para a categoria, o governo distribui bônus para professores. Através de metas (que desconhecemos) determina quais unidades serão consideradas "escolas 100% " e, quais serão "escolas zero". De onde vem o dinheiro para a farra das premiações e, para os pseudos-suportes prometidos às escolas zero?

7 comentários:

  1. Até nisso o Governo gosta de jogar um contra o outro... Já não basta aquela escola que ainda tem os dois regimes de ensino (normal e integral) na qual os alunos e professores têm tratamento diferente, merendas diferente, horários diferentes, etc... Ao invés de fato pagar o merecido para os professores, independente de regime, o Governo prefere criar uma espécie de disputa para ver quem é o melhor. Fazer uma obrigação pra ganhar uma esmola. Essa é a grande valorização prometida ao professor e à Educação???

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de aproveitar pra tratar de um assunto diferente do post.É o seguinte: acaba de sair o resultado da primeira etapa da seleção para gestores das Regionais. O edital fala dos requisitos: " Poderão candidatar-se ao processo de seleção para provimento de cargo em
    comissão de Gestor/a da Gerência Regional de Educação, servidores efetivos ou
    aposentados do quadro do magistério estadual, com cargo de nível superior, formação
    em licenciatura plena; experiência no Sistema Estadual de Educação de, no mínimo,
    03 anos completos na data da nomeação; tenham ocupado cargo de gestão e/ou
    coordenação pedagógica na área de educação, no setor público ou privado, nos
    últimos 05 anos, desde que não tenham sofrido penalidade administrativa no triênio
    anterior ao pleito". Ora, se só podem concorrer efetivos, como é que a gestora da GRE Recife Sul consta entre os classificados, uma vez que ela é professora cedida pela Prefeitura da Cidade Do Recife? Desde quando, funcionário cedido faz parte do quadro efetivo? Esse é um assunto muito sério e seria muito importante uma investigação. E a Secretaria de Educação sabe da condição funcional dela. Se permitiu isso acontecer, é porque tem interesses escusos por trás.

    ResponderExcluir
  3. O que ocorre meu caro Rubi é que Marta, gerente da Recife Sul, era presidente do sindicato dos professores de Camaragibe e possui um vínculo político muito forte, de serviços prestados em campanha, com Danilo Cabral, essa seleção nós sabemos que é apenas de fachada, para o governo dizer que é democrática. Vem aí um pacote em novembro para eleição de gestor o que você acha que vai acontecer? Agora entendo que sua denuncia é grave e o sindicato tem que acionar o MP.

    ResponderExcluir
  4. Os apoiadores do governo permaneceram no cargo. Na Gre metrosul há duas candidatas, uma delas é Sandra Farias que arbitrariamente faz intervenções nas escolas da rede e fecha turmas em nome de uma palhaçada chamada "reordenamento". Em Camaragibe essa senhora está acabando com turmas do Fundamental sem justificativa alguma, simplesmente por conveniência. Na escola Santa Sofia estamos perdemos turmas inteiras com 30 à 35 alunos e dizem que não há demanda. Uma mentira. Mas, como dona Sandra é pau mandado do governo certamente permanecerá no poder exercendo sua ditadura.
    Em Moreno na Escola Artur Mendonça ela colocou uma interventora que autoritária sequer permitiu que a imprensa chegasse à escola para registrar a morte de uma aluna por meningite. Em Camaragibe (Escola Mac Dowell), outra interventora colocada por esta mesma senhora, é responsável pela saída de 21 professores da unidade. E nada disso pesa no currículo dessa poderosa senhora.

    ResponderExcluir
  5. Fechar turmas falando que não há demanda é desculpa totalmente esfarrapada. Há pessoas que passaram no último Concurso que até hoje esperam a chamada para fazer exames de título e saúde para finalmente assinarem o livro de posse. O "reordenamento" é uma obrigação das escolas de ceder os alunos para o município, órgão responsável pelos alunos desta série. Mas fechar turma como professor e horário definidos é autoritarismo. A interventora da tal escola manda os professores irem dar aula nas salas, inclusive na qual a aluna estudava. QI nunca prestou, e porque hoje vai funcionar?

    ResponderExcluir
  6. Na Escola Joaquim Xavier de Brito, ela também colocou um pau mandado. Alguns colegas lotados lá dizem que tudo que ele vai fazer, diz essas introduções: "Marta Lira mandou..." "Marta Lira falou..." Mas para completar essa má gestão da escola, o próprio gestor deixa algumas decisões importantes na mão de uma porteira, que é quem está mandando na escola atualmente. Mandando, levando a família para comer merenda e perseguindo quem ela não gosta.

    ResponderExcluir
  7. BÔNUS MALDITO, PRESENTE DE GREGO !

    ResponderExcluir