quarta-feira, 4 de junho de 2008

E agora, Sintepe?

A direção do Sintepe deliberadamente abriu mão de cumprir uma verdadeira jornada pela implementação de uma campanha salarial em nome da implantação do piso salarial – que além de não mudar absolutamente nada em nossa situação, sequer era assunto de deliberação da gestão estadual. Uma vez que o governo estadual antecipará o piso, realizando os sonhos acomodados da direção sindical, qual será o discurso que servirá de mote cansativo e sem consistência dos mandatários do Sintepe?

Um comentário:

  1. Mais uma vez repito:não há nada pior que um SINDICATO PELEGO.

    ResponderExcluir