terça-feira, 26 de julho de 2011

Já não era sem tempo...

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Ao tomar conhecimento dos descontos inesperados ocorridos na folha salarial deste mês de julho, devido ao pagamento do Bônus de Desempenho Educacional (BDE), o Sintepe entrou em contato com os secretários de Administração, Ricardo Dantas, e Educação, Anderson Gomes, cobrando providências.

Ambos os gestores se comprometeram em analisar a situação, já que nos anos de 2009 e 2010, não houve descontos porque o BDE foi incluído como benefício, da mesma maneira que ocorre com o vale-refeição.

A inclusão do valor do BDE na parcela tributável do contracheque provocou inúmeras distorções, dentre elas um volume muito alto de dedução no Imposto de Renda, alteração no valor das pensões alimentícias, Funafin, Sassepe e vale-transporte, além de reduzir drasticamente ou mesmo zerar uma grande quantidade de contracheques. Tal medida atingiu principalmente os profissionais que possuem duas matrículas no Estado.

O Sintepe não entende como uma bonificação referente ao exercício 2010, a qual seria paga por meio de uma folha extra, de acordo com o que foi anunciado pelo próprio governo, traga prejuízos ao salário do trabalhador. Exigimos uma solução imediata por parte do governo do Estado.


8 comentários:

  1. O secretariado simplismente vai dizer que estao certos, que os anos anteriores foram equivocados e que o dinheiro nao pode ser devolvido pelo fato de ja estar com a receita federal, nao sendo mais competencia deles.

    ResponderExcluir
  2. Neste governo eu não me surpreendo com mais nada. Se eles voltarem atras, vão mostrar a incompetência e desconhecimento de finanças. Vão preferir ser bichinhos maus como sempre? Como disse um reprter pajeuense: "Dão com uma mão e toma com as duas!" Que Deus tenha misericórdia de nós e da educação pernambucana!

    ResponderExcluir
  3. Vamos boicotar as metas, galera! Simples assim...

    Bater metas pra quê? Pra sermos iludidos? Roubados descaradamente?

    Abaixo as metas da SEDUC!!!

    ResponderExcluir
  4. Vamos dar RT na hastag #boicoteSEDUCPE

    ResponderExcluir
  5. parabéns ao alternativa sintepe... como sempre, é aqui que temos retorno ágil e crítico de cada pancada que tomamos desse governo sem vergonha para com a educação....
    QUANTO AO BOICOTE... seria o instrumento de greve mais poderoso que poderiamos utilizar. Se cada escola não fizer das tripas coração para bater as metas, será o bastante para estagnar o crescimento dos indicadores... seria uma tragédia para o vôo nacional de DUDU MALVADESA...com certeza ele ia ficar preocupado mas é uma opção bastante controversa...

    ResponderExcluir
  6. Eu, particulamente, nunca me esforcei para receber essa enganação, meritocrática e com critérios obscuros. Nunca fiz de minhas tripas coração para conseguir algo além do que as condições de trabalho me permitem. Não é o que boa parte de nossos colegas fazem. Gostaria muito que nossos colegas acatassem a sugestão aqui levantada do boicote às metas. É esperar pra ver, porque do jeito que está Dudu Malvadeza vai ter mesmo números falsos pra fazer campanha na próxima eleição.

    ResponderExcluir
  7. É verdade Jadilson, há colegas "se matando", inclusive, tem gente dando reforço de matemática de graça,pra ver se o desempenho dos alunos melhoram nas provinhas do governo.
    As escolas em que trabalho deixaram de receber o prêmio. Uma passou de cem pra zero. E olha o ano, que a escola desenvolveu mais projetos foi o ano que ficou com zero (rsrsrsrsr). Eu particularmente também não faço mais que minha obrigação, aliás, num consigo nem dar conta direito de minha sobrecarga (24 turmas e diários). Já fui notificada tantas vezes que perdi a conta (rsrsrsr) e ainda tem colega 'abestado' que acha que a escola não recebe o bônus por minha causa. Durma com uma lesera dessa!

    ResponderExcluir