segunda-feira, 13 de julho de 2009

Banco de reserva

Para o governo, educação virou pelada de fim de semana

.

Em função da greve, o governo anuncia a contratação total de 2.672 professores temporários para substituição dos grevistas. Além de sinalizar que professor é profissional descartável (que pode ser contratado e demitido conforme a conveniência do governo), esta ação sugere que a estratégia governista é permitir que a greve seja prolongada e ainda indica que não há disposição de negociar com a categoria que faz uma reivindicação absolutamente justa - apesar do injusto decreto de ilegalidade.

8 comentários:

  1. Pelo que fui informada a substituição começaria hoje. Engraçado! quando o professor sai licenciado não há banco de reserva para substiui-lo.
    Passei em várias escolas hoje e vi apenas alguns professores temporários em sala, alunos nos corredores e salas vazias.
    A direção diz que a escola está funcionando normalmente. Num momento de reflexão, acabei concordando.
    É verdade, esse desmantelo é normal mesmo nas escolas rede, independe de greve.

    ResponderExcluir
  2. No início do ano letivo tive um problema sério de saúde que resultou em duas cirurgias e em 6 meses de licença médica. Minhas 14 turmas ficaram sem professor durante todo o primeiro bimestre porque professor para me substituir demorou a ser enviado para a escola! Quando a licença acabou (sexta-feira, dia 10), já retomei em greve e agora terei substituto instantaneamente!

    Uma coisa dessas pode ser considerada aceitável?

    ResponderExcluir
  3. existe reserva para secretario de educação?

    ResponderExcluir
  4. Há sim, o que não falta é bandido nesse Estado;

    ResponderExcluir
  5. Também passei por uma cirurgia, tirei licença de um mês e, ainda, quando voltei, havia alunos chateados comigo porque estavam sem aula. Pode?

    ResponderExcluir
  6. Professora Juliana14 de julho de 2009 15:10

    Engraçado...Esses professores substitutos nunca aparecem para fechar as lacunas e as carências de professores em certas disciplinas.Existem turmas que passam sem aula de tais disciplinas todo o ano.

    ResponderExcluir
  7. A miséria no Estado é tanta que, se aparecer vagas na Adlim os substitutos(as)candidatam-se à elas, do mesmo jeito.

    ResponderExcluir
  8. O senhor governador parou para pensar na qualidade do serviço!!!
    Alguém sabe como são selecionados os substitutos?
    Cadê o minist´rio público???

    ResponderExcluir