sábado, 25 de julho de 2009

Diante da crise o governo agracia "aliados"?


Nesta semana o governador Eduardo Campos nomeou como secretários a ex-prefeita de Olinda Luciana Santos, do PcdoB e o ex-prefeito de Recife João Paulo, do PT .


Nesta tentativa de consolidar alianças para o pleito de 2010, o governo de Pernambuco permanece mantendo a habitual postura do não diálogo com as categorias que prestam serviços indispensáveis à população de nosso estado, como a educação, por exemplo.


Em seus discursos o governador se admitiu ser de "esquerda" socialista até a alma. Diante do fato do mesmo se colocar de forma tão "generosa" para com seus aliados, poderíamos sugerir para todos os políticos que se dizem de esquerda que intermediem o diálogo da educação com o governo, afinal é inegável o caos que vivemos, assim como é inegável o vínculo das esquerdas com boa parte dos sindicatos, o SINTEPE não é exceção. Nossas solicitações são mais que justas, melhor são cobranças às promessas feitas e ainda não cumpridas pelo governo.


Diante do exposto nós pedimos:

Teresa Leitão se manifeste!!!

Paulo Rubem se manifeste!!!

João Paulo se manifeste!!!

Luciana Santos se manifeste!!!

Todos vcs de esquerda se manifestem!!!
Fazeis com que a união da Pomba com folha na boca(PSB) com a estrela fulgurante(PT) mais o martelo com a foice(PCdo B) resulte em algo positivo para o coletivo e não apenas culmine com o alcance de metas e interesses pessoais.
Lembrem-se vocês estarão discutindo com o destino da maior categoria de nosso estado, a EDUCAÇÃO.

6 comentários:

  1. Certíssimo companheira Andrea, apoiar a categoria consiste em ações, estamos vendo um monte de projetos de desmonte educacional serem implantados, projetos estes que, sequer passam pelo sindicato da categoria.
    Os Centros de Referências,os sistemas de fiscalização,a redução da carga horária de certas disciplinas, o uso de cronômetros como medidores de "nossa produção"são exemplos claros disso.
    Cadê um projeto de Lei que ponha um freio em todas essas ações?

    26 de Julho de 2009 10:41

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Albênia e com a Andréa, mas não nos esqueçamos que na verdade todos eles são iguais! Vejam o que está passando João da Costa, colhendo os maus frutos do governo de João Paulo, o mesmo ocorre com Renildo. Eu de Minha parte não confio mais em político algum! Usam a educação apenas com discursos demagogos e populistas!

    ResponderExcluir
  3. Concordo com a Albênia e com a Andréa, mas não nos esqueçamos que na verdade todos eles são iguais! Vejam o que está passando João da Costa, colhendo os maus frutos do governo de João Paulo, o mesmo ocorre com Renildo. Eu de Minha parte não confio mais em político algum! Usam a educação apenas com discursos demagogos e populistas, por mais que tentem desfarçar!Em 2010 corrigirei meu voto!

    ResponderExcluir
  4. Professora Juliana26 de julho de 2009 15:04

    Eu 2010 ANULAREI meu voto.Isto é fato.Cadê a intervenção DIRETA de algum deles no canal de negociação?Cadê? No dia em que a greve foi deflagrada (segunda-feira, dia 06/07) T.Leitão disse que tinha para (quinta-feira,09/07) uma reunião agendada com pessoal da SEE.Cadê esta reunião?Aconteceu?Primeiro tem que se achar Dalilo, ou melhor, Danilo e nem isso se fez.Estes políticos todos vivem apenas de interesses próprios.Um ou outro aparece nas assembleias para garantir seus votos para 2010, mas ATUAÇÃO mesmo que é boa...NADA!Têm medo de se queimaram com o governo e não garatirem apoio para o poleiro de 2010.

    ResponderExcluir
  5. Nas assembleias todo mundo aparece dando apoio ao movimento, mas político algum quer romper com o governo.
    Na Asssmbleia passada teve até gente derrubando nossa proposta (da Oposição) de "FORA DANILO". Dá pra perceber o que está por trás disso tudo.

    ResponderExcluir
  6. Quem era contra ao "Fora Danilo" era gente de um certo partido da base aliada... um partido que se diz dos trabalhadores.

    ResponderExcluir